Sobre Nova Roma do Sul

Localiza-se a uma latitude 28º59’25” sul e a uma longitude 51º24’29” oeste, estando a uma altitude de 591 metros.

Possui uma área de 152,55 km² e sua população estimada em 2010 era de 3 347 habitantes.

Seu território é formado por vales encantados, misteriosos, onde o silêncio só é quebrado pelo barulho das cascatas, o murmúrio dos rios ou o canto dos pássaros. É um cenário que encanta os turistas que têm o privilégio de visitar um dos mais belos municípios da Serra Gaúcha.

Nova Roma, junto com outros cinco municípios da região faz parte do “VALES DA SERRA”, tendo como principais atrativos, suas belezas naturais como o Cachoeirão, no Rio das Antas, cascatas, grutas, uma rica flora e fauna, belezas que podem ser observadas através de mirantes. Os rios e vales propiciam a prática de esportes radicais, como o rafting, a tirolesa, o pêndulo e trilhas ecológicas.

Cercado pelos Rios das Antas e da Prata, com vales profundos, as terras de Nova Roma, passaram a ser colonizadas a partir de 1880 por imigrantes poloneses, suecos, e russos. Em 1888 iniciou a vinda de italianos que em alguns anos passaram a formar a maioria da população.

O território do atual município de Nova Roma do Sul pertenceu ao município de Antônio Prado durante mais de um século. A comissão de colonização dividiu-o em oito linhas onde se estruturaram 14 comunidades, cada qual com sua capela. Castro Alves foi a primeira e durante algum tempo parecia tornar-se a sede das oito linhas. Mas o povoado de Nova Treviso, na Linha Blessmann, passou a ser a nova sede, a partir de 1894, originando, com isso, inúmeras rivalidades entre os dois povoados.

Em 06 de janeiro de 1899, o padre Alessandro Pelegrini, com autorização do governo, estabeleceu-se entre Castro Alves e Nova Treviso, na Linha Carlos Leopoldo, dando início ao povoado de Nova Roma, em homenagem a capital da Itália, Roma. Em alguns anos o pequeno povoado tornou-se vila e em 19 de janeiro de 1923 passou a ser segundo distrito de Antônio Prado.

Após várias tentativas, já a partir de 1960, Nova Roma conseguiu sua emancipação política em 30 de novembro de 1987 e no dia 1º de janeiro de 1989, iniciou sua primeira administração municipal.

Hoje, após quase 130 anos de história, Nova Roma do Sul é fruto do trabalho de várias gerações que, apesar de imensas dificuldades, construíram uma estrutura que deverá torná-la cada vez melhor, seja na qualidade de produção, na educação, na saúde e no turismo.